Cibereal, Lda. - Serviços Imobiliários Profissionais


Estudo sobre venda de casas

Desde o início de 2005, o preço das habitações está cada vez mais baixo e a descida ainda vai aumentar mais em 2008.

Esta quebra foi pressionada pelo aumento da taxa de juro, que tem continuado a agravar-se.

De acordo com estudos do mercado imobiliário, citados pelo «Semanário Económico», durante o ano de 2005, os prop+rietários preferiram aceitar fazer descontos a enfrentar a dura realidade da resistência dos consumidores. Se a pressão dos preços foi já sentida nesse ano, em 2006 foi pior. Estima-se que os preços das casas baixem dez por cento.

A quebra dos preços no sector imobiliário atinge sobretudo a periferia das grandes cidades como Lisboa, Porto e Coimbra. Já nos centros urbanos, os apartamentos novos não só escasseiam, como são vendidos a preços altos.

Quanto aos números das vendas de casas, registou-se uma redução drástica. Face a 2004/2005 em que se calcula um total de 85 a 90 mil fogos vendidos, em 2005, as vendas não foram além de 60 mil fogos, ou seja, menos 20 por cento.

Os resultados de 2006 foram mais críticos: menos 30 por cento. A descida deverá continuar a acentuar-se em 2007, só se prevendo uma melhoria no mercado imobiliário em 2008.