Serviços Imobiliários Profissionais


Financiamento bancário

Avaliar as múltiplas Soluções de Crédito
• Ao recorrer ao crédito habitação irá encontrar várias soluções para diversas finalidades: aquisição de habitação permanente, habitação secundária ou arrendamento, troca de casa, pagamento de sinal, aquisição de terreno, construção, realização de obras, etc.

• Para avaliar qual a solução que mais lhe convém é conveniente obter mais alguma informação sobre aspectos fundamentais, nomeadamente:
- taxas de Juro e spread
- prazo
- montantes máximos
- tipos de prestações
- condições de reembolso do capital em divida
- condições praticadas nas transferência de crédito, nomeadamente o montante de custos suportados.
- outras vantagens, que possam ajuda-lo a decidir, como é o caso dos produtos oferta de alguns bancos.
Estes produtos permitem em simultâneo aliar óptimos spreads e excelentes ofertas.
Taxas de Juro e Spreads
• A taxa de juro nominal - Preço pelo qual os bancos emprestam dinheiro aos seus clientes. Taxa utilizada para o cálculo dos valores das prestações.
• A taxa anual efectiva - Permite medir todos os custos associados a um empréstimo, pelo que inclui as prestações de crédito habitação, prémios de seguros obrigatórios, despesas de administração, despesas de avaliação, comissão de gestão e despesas de manutenção.
• Um crédito habitação com taxa de juro variável significa que, ao longo da vida do empréstimo, a taxa de juro oscilará de acordo com a evolução dos mercados financeiros ou por iniciativa do banco. Isto é, se as taxas de juro do mercado subirem ou descerem, estes movimentos serão repercutidos nas condições do empréstimo, respectivamente com um aumento ou diminuição da prestação mensal a pagar ao banco.
- esta taxa é normalmente indexada a uma taxa de referência (indexante) que reflecte, em cada momento, o preço a que o dinheiro é emprestado entre os bancos e as oscilações verificadas nos mercados financeiros. O indexante habitualmente mais utilizado no mercado português é a Euribor ( Euro Interbank Offered Rate);
- desta forma a taxa de juro é revista automaticamente com uma periodicidade que fica, à partida, estabelecida no contrato de crédito, podendo ser trimestral, semestral ou anual.
• Em alternativa existe a opção por uma taxa de juro fixa. Desta forma assegura que, independentemente das oscilações de mercado que possam verificar-se ao longo da vida do empréstimo, a taxa de juro permanecerá inalterada durante o prazo de reembolso dos juros e capital.
Esta opção é aconselhável quando a tendência das taxas de juro é de subida. Mas há que ter em atenção que, para compensar o facto de não se poderem ajustar as taxas do empréstimo
às variações do mercado, os bancos praticam, regra geral, taxas de juro fixas acima das condições que seria possível obter caso a sua opção fosse pelo regime de taxa variável.
• Por vezes os Bancos lançam no mercado produtos de crédito de habitação em condições especiais, com uma taxa de juro promocional.
• O spread bancário é a margem que o banco aplica ao Indexante no cálculo da taxa de juro nominal.

Prazo
• O prazo máximo que actualmente é praticado pelos bancos é de 50 anos;
• A selecção do prazo influencia o valor da prestação mensal, pois esta compõe-se de duas parcelas – uma de pagamento de juros e outra relativa à amortização do capital em dívida. Quanto mais longo o prazo, maior será a parcela relativa aos juros, sobretudo nos primeiros anos de vigência do contrato.
• Portanto, no final de um contrato a muito longo prazo, o devedor pagará um montante de juros mais elevado do que pagaria se o período de vigência fosse mais reduzido.

Tipo de Prestações
• Prestações constantes: valor a pagar mensalmente (juros mais capital a amortizar), este valor
manter-se-á inalterado se a taxa de juro contratada não sofrer alterações.

Condições de reembolso do capital em dívida
• A amortização ou reembolso do capital em dívida será efectuada de forma progressiva ao longo do período de vida do empréstimo. Durante os primeiros anos, a parcela da prestação mensal a pagar ao banco terá um peso mais elevado. À medida que o prazo for decorrendo crescerá a fatia de capital amortizado e diminuirá a parcela dos juros pois o capital em dívida vai decrescendo até à sua extinção, que coincidirá com o termo do contrato.
• A amortização antecipada do empréstimo,
- permite reduzir o capital em dívida (amortização parcial) e consequentemente faz diminuir o montante de juros a pagar, ou eliminar a dívida (amortização total);
- esta operação pode ter, no entanto, custos que devem ser devidamente ponderados, já que as instituições bancárias estabelecem, no contrato de mútuo, penalizações a que o devedor fica sujeito no caso de pretender concretizar o reembolso do capital em dívida antes de decorrido o prazo total do empréstimo;
- é necessário, por isso, fazer contas. Se a poupança obtida através de um reembolso parcial antecipado for superior aos encargos envolvidos na operação, a decisão será vantajosa. Caso a poupança de juros seja inferior aos encargos a suportar, será preferível aguardar por outra altura em que, por exemplo, o montante disponível para efectuar um reembolso antecipado seja superior, permitindo ganhos mais significativos.

Seleccionar o Banco - O seu melhor parceiro na compra
• A compra de casa é, talvez um dos maiores investimentos na vida de muitas famílias. Por esse motivo, a escolha do Banco e a fixação das condições do empréstimo são questões fundamentais.
• Na suas consultas deverá ter em consideração os seguintes elementos:
- Taxa de juro;
- Tipo de taxa: fixa ou variável;
- Indexante;
- Spread bancário;
- Prazos;
- Valor máximo do financiamento;
- Seguros necessários;
- Outras vantagens, que possam ajuda-lo a decidir, como é o caso dos produtos promocionais do Banco. Estes produtos permitem em simultâneo aliar óptimos spreads bancários e excelentes ofertas;
- Soluções para o financiamento do sinal, Imposto Municipal sobre Imóveis e outras despesas associadas;
- Simulação do empréstimo e plano de amortização da dívida, incluindo o pagamento de juros;
- Encargos legais, fiscais e notariais associados ao empréstimo e comissões cobradas pelo banco;
- Penalizações por amortizações antecipadas, totais ou parciais;
- Periodicidade com que será efectuada a revisão da taxa de juro, no caso de esta ser variável e se a taxa de juro for fixa, durante quanto tempo se manterá inalterada.• Após reunir esta informação, poderá efectuar uma análise comparativa das condições a fim de verificar qual a solução melhor para o seu caso.

Proteger o Investimento - Porque os imprevistos acontecem.
Uma casa é um bem essencial a preservar. Apesar de todas as precauções, ninguém está livre de acidentes!

Seguro de Incêndio e Multiriscos
Este seguro é obrigatório, e destina-se a garantir uma indemnização para reconstrução da habitação em caso de sinistro.

Seguro de Vida
• É igualmente importante garantir a estabilidade familiar, no caso de ocorrer a morte ou invalidez da pessoa ou pessoas de quem depende o pagamento do empréstimo do banco.
• Quando se recorre a um crédito habitação o bem fica hipotecado ao banco credor, até que a totalidade da dívida seja paga. Isto significa que, em caso de não pagamento da dívida, o banco
tem o direito de accionar a hipoteca judicialmente, como forma de garantir o reembolso dos valores emprestados e não pagos.
• O seguro de vida garante a indemnização correspondente ao valor da dívida ao banco à data do sinistro, ficando a família liberta de qualquer pagamento posterior.

 

Utilidades:



Divórcio
25 conselhos para vender
Contratar um Agente
Venda pelo próprio
Zona
Links
Fotos Lisboa
Fotos Alentejo
Contactar
Sitemap
Se tiver diariamente 20 min.
em 30-45 dias atingirá logo
a 1.ª pág. das pesquisas Google:
Clique no n.º 10 da imagem
fazer curso seo graphic