Cibereal, Lda. - Serviços Imobiliários Profissionais


Baixa lisboeta: alterações para baixar poluição

Criar alternativas rodoviárias para retirar da Baixa o trânsito de atravessamento é um dos objectivos principais para reduzir a poluição na zona, conforme faz paz parte do projecto que teve a liderança da  vereadora da Câmara de Lisboa Maria José Nogueira Pinto, que lidera o recém-criado comissariado para a revitalização desta área da capital.

Com as convulsões políticas existentes hoje em dia na Câmara, teme-se que este projecto vá ser afastado das preocupações imediatas, donde constava também um projecto de revitalização comercial e habitacional, através dum repovoamento e  fixação de população prioritariamente jovem e de classe média.

O Terreiro do Paço e a zona ribeirinha fazem parte das prioridades anunciadas, libertando as arcadas para actividades comerciais atractivas e de cariz cultural. Esta sala de visitas lisboeta pretende candidatar-se a Património da Humanidade

Também faziam parte deste projecto a criação do Hotel do Rossio e outros hotéis de quatro e cinco estrelas, a construção de um silo-auto com vários pisos com sistema automático, semelhante ao silo das Portas do Sol, em Alfama em que o condutor deixa o carro à entrada da garagem e um robô trata de o arrumar.

Outra preocupação são camiões a descarregar mercadorias, defendendo-se a instalação de um grande centro de mercadorias na zona de expansão junto ao aterro da Boavista, na área de Santos, onde todos os comerciantes da Baixa podem armazenar os seus stocks.

Também a criação de residências assistidas para os idosos que vivem sozinhos fazem parte dos projectos iniciais. Estatisticamente há uma média de quatro pessoas a morar em cada prédio o que dificulta a satisfação das necessidades de apoio social usualmente asseguradas por instituições de solidariedade, como a Santa Casa da Misericórdia, a paróquia, a Câmara Municipal de Lisboa e as juntas de freguesia da zona

A incógnita com a solução a dar a este projecto continua de pé.